Gov-01

Vereador Gelson Moraes pede avaliação à possibilidade do retorno das Sessões Presenciais na CMP

O parlamentar comentou também sobre as entregas das escolas na zona rural.

O vereador Gelson Moraes (Republicano) apresentou requerimento à Mesa Diretora para que possam avaliar a possibilidade do retorno das Sessões Presenciais na Câmara Municipal. “A internet tem, constantemente, impedido que possamos trabalhar de forma mais ágil. Sabemos dos riscos, afinal o covid-19 ainda se faz muito presente em nossa cidade, mas, temos outros assuntos que também precisam de nossa atenção”, argumentou. O parlamentar comentou também sobre as entregas das escolas na zona rural.

 

CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS

21ª Sessão Remota – 02 de Julho (Quinta-Feira)

 

O vereador Afonso Caburi (DEM) requereu implantação do Programa “Água no Jirau” para comunidade Divino Espírito Santo do Aduacá. Outro requerimento foi destinado à Agrovila de São Sebastião do Caburi, que vem sofrendo com a constante falta no abastecimento de água. A solicitação objetiva dar solução à problemática e pediu que o Poder Executivo disponibilize Bombas D’água. Também falou sobre a semana de trabalhos na zona rural, acompanhando as obras de escolas que estão sendo construídas em resposta aos requerimentos apresentados ao longo de seu mandato.

 

O vereador Pr. Beto Farias (Republicanos) solicitou ao Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) estação do projeto “Água no Jirau para o loteamento Xangai. Segundo o vereador, a água é um bem imutável, que todos necessitam para vida. “Água potável é o mínimo para a qualidade de vida das famílias residem na localidade”, disse o parlamentar. O vereador ainda voltou a comentar sobre as sessões presenciais que, na última sessão, foi movido de grande discussão por vereadores contrários à volta dos trabalhos presenciais.

 

O presidente da Câmara, vereador Telo Pinto (PSDB), apresentou dois Requerimentos que reforçam solicitações feitas em anos anteriores. No primeiro, solicita reforma da Escola Municipal Didel Garcia, na comunidade Paraíso do Zé Açu. Em outro, a construção de uma nova escola Gláucio Gonçalves na comunidade de São José do Paraná Espírito Santo de Cima, a qual sofre, ano após ano, com queda de barranco do Rio Amazonas e, por isso, está se mudando para outra área, onde já foi doado terreno para construção do educandário.

 

O vereador Cabo Linhares (PSL) requereu troca das luminárias das comunidade Divino e do Santo Antônio do Panauarú; também construção de castelo, aquisição de caixa d’água e instalação da rede elétrica para bomba d’água da comunidade Nossa Senhora da Aparecida; perfuração de novo poço artesiano, construção de um castelo e compra de nova caixa d’água para a comunidade Nossa Senhora das Graças do Aduacá; caixa d’água e castelo também para o Buiuçu. Para comunidade Santo Antônio do Panauarú solicitou construção de uma nova escola, castelo e aquisição de caixa d’água.

 

O vereador Bertoldo Pontes (PSL) demandou, por meio de Indicações, troca das luminárias no quadro da comunidade São Tomé da Vila Nogueira do Caburi; operação tapa-buracos nas ruas 07 de Setembro, no bairro do Palmares, e na rua 04 do bairro do Itaúna 02 – próximo à Lago Azul; construção de uma nova Escola Municipal na comunidade de São Tomé da Vila Nogueira, na Agrovila do Caburi; e reforma da Escola Municipal da comunidade de Santa Terezinha do Caburi, bem como troca das luminárias no quadro da comunidade.

 

O vereador Maildson Fonseca (PSDB) evidenciou a responsabilidade da administração municipal, com ênfase às inaugurações de escolas na zona rural. Mais uma vez, explicou a função de vereador e frisou que vai além de “apenas estar presente nas sessões ordinárias”; reforçou seu compromisso no Legislativo até 31 de dezembro; declarou que não é candidato à reeleição e aconselhou os pretensos pré-candidatos que apresentem propostas ao invés de ficar tentando denegrir o Parlamento, evidenciando a honradez da 17ª Legislatura.

 

O vice-presidente, vereador Tião Teixeira (DEM), requereu construção de poços artesianos, com castelos, em Nova Canaã, Monte Sinai do Jará e Cajual, no Rio Uaicurapá, assim como na Santa Clara do Quebrinha, na Gleba Vila Amazônia. Outra solicitação consistiu no pedido de implantação de sistema de iluminação de LED, com painel solar, nas comunidades Nossa Senhora da Saúde do Canarinho, São Pedro do Igarapé-Açú do Mamurú, Núcleo Santo André, São Pedro do Marajó, São João do Jacú, São Sebastião do Jará e São Tomé do Uaicurapá.

 

A vereadora Vanessa Gonçalves (PP) destacou Projeto de Lei que visa principalmente a instalação de UTI’s no município, retornou à Prefeitura de Parintins, o qual tramitava na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal. Serviços de infraestrutura urbana também foram solicitados pela vereadora. Pediu o recapeamento do Beco Bom Samaritano, Silva Campos, Maracujá – Tonzinho e da Estrada do Parananema. Vanessa ainda reiterou denúncias sobre os ruídos causados pelos geradores da empresa Amazonas Energia em Parintins.

 

Assessoria de Imprensa da CMP

Publicado por Carlos Frazão/JI

 

você pode gostar também