Estado

Vereador Telo enfatiza reunião na APP para efetivar a implantação da Equoterapia em Parintins

Reconhecer o autista enquanto Cidadão tem sido luta do vereador Telo Pinto (PSDB). Em reunião plenária nesta terça-feira (01/12), o parlamentar recordou dois Projetos de Lei de sua autoria, sancionados pelo Executivo, que contemplam as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA): um exige inserção do símbolo do Autismo para atendimento prioritário em repartições públicas ou privadas e o que versa sobre a instituição de carteira para identificação do autista.

Quanto ao segundo, destacou que a Carteira do Autista foi aprovada primeiro no município de Parintins e, três meses depois, acabou virando Lei Nacional. A Lei 13.977, de 08 de janeiro de 2020, é conhecida como Lei Romeo Mion.

Em setembro do ano passado, ele apresentou mais uma propositura: a Equoterapia, que é um método que utiliza cavalos como aliados para tratamento terapêutico. A proposta visa atender as necessidades sensoriais e motoras tanto de autistas como portadores de Síndrome de Down e deficiências físicas ou mentais.

Na tarde de ontem (30/11), houve reunião no Parque de Exposição Luiz Lourenço de Souza, local onde pretende utilizar para efetivar o propósito. Estiveram presentes representantes de órgãos públicos municipais e estaduais, junto com a diretoria da Associação dos Pecuaristas de Parintins (APP), a fim de estabelecer um grupo de trabalho para formar o projeto.

Como presidente da APP, Telo falou sobre a disposição de animais pela Associação e a cessão do espaço para utilização do Parque o ano todo, não somente para realização das feiras agropecuárias. Frisou que será cedida uma sala para Associação dos Zootecnistas do Estado do Amazonas (Azam), a qual foi criada e é instalada em Parintins.

Manaus é o único município do Estado do Amazonas que existe Equoterapia e funciona no campo da Polícia Militar, a Cavalaria. O parlamentar ressaltou também a importância da Equiterapia no tratamento de depressão. Nesse sentido, destacou a relevância da parceria entre as instituições para concretizar o projeto em que Parintins vai ser o primeiro município do interior do Estado a dispor dessa forma de tratamento.

 

Por Clely Ferreira, assessoria de imprensa

Foto: Gerlean Brasil

Postado por Carlos Frazão/JI

 

Em reunião plenária, Vereador Telo conclama produtores para Mutirão

Mais uma vez, o vereador Telo Pinto (PSDB) trata sobre o Setor Primário. Em reunião plenária nesta terça-feira (01/12) falou sobre evento que vai ocorrer de 02 a 04 de dezembro no Auditório da Fazenda Municipal “Luiz Medeiros”, Km 01 da Estrada da Vila Amazônia anexo à Escola Municipal “Tsuksa Uyetsuka”.

É promovido Planejamento do Mutirão de Preenchimento de Dispensa de Licenciatura Ambiental Única (LAU), Cadastro de Agricultura Familiar (CAF), bem como a orientação fundiária rural em Parintins e a Secretaria Municipal de Pecuária, Agricultura e Abastecimento (Sempa) realiza a distribuição de alevinos de Tambaqui para produtores. Foram estas atividades que estiveram na pauta do parlamentar.

“É uma programação realizada pela Sempa, com o secretário Edy Albuquerque juntamente com seu corpo técnico, também pelo diretor da Fazenda Pública Luiz Medeiros Ewerton Nunes. Lá, vai ter palestra, ter técnicos também à disposição dos Produtores Rurais para fazer sua legalização fundiária, ajudar na elaboração do CAR, elaboração de uma série de projetos”, detalhou.

“Eu sou um combatente dessa burocracia que é, hoje, para você fazer uma mecanização ou trabalhar uma área. Ora, se a área já virou pastagem, plantação, por que ainda tem que tirar licenciamento ambiental para fazer um trabalho numa área degradada?”, protestou ao pontuar legalização fundiária e licenciamentos como dificuldade aos produtores.

O legislador afirmou que já levou esse questionamento à Diretoria do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). “A gente precisa avançar nas discussões porque são burocracias colocadas, principalmente no Estado do Amazonas, que levam o produtor desistir de conquistar financiamento. São dificuldades que a gente precisa equacionar para que possamos produzir mais”, avaliou.

Palestras, cadastros e orientação fazem parte da programação pautada pelo parlamentar. Para o encerramento, está programada a entrega de 75 mil alevinos de Tambaqui para produtores na Feira do Empreendedor Rural Familiar, na Praça dos Bois, lado vermelho.

O público-alvo são produtores e produtoras familiares do Projeto de Assentamento Agrário (PA) de Vila Amazônia e comunidades rurais de Parintins e municípios vizinhos. A finalidade atender o total de 200 pessoas.

“É um importante evento para o Setor Primário do nosso município. Quero chamar a atenção dos Produtores Rurais do PA de Vila Amazônia, e até mesmo de outras regiões, que queiram ir lá tirar alguma dúvida, ou até mesmo dar entrada nessa documentação, para que possa estabelecer, acima de tudo, a legalização e retirar seus licenciamentos, a fim de que possam estar aptos a receber recursos do PRONAF, AFEAM e, assim, melhorar cada vez mais sua produção do nosso município”, conclamou, ao finalizou seu discurso.

 

Clely Ferreira, assessora parlamentar

Publicado por Carlos Frazão/JI

você pode gostar também