Gov-01

Vereador Telo Pinto demanda Sala de EJA para comunidade Palhal

Em recente visita à comunidade Palhal, no Distrito de Caburi, o presidente da Câmara Municipal de Parintins, vereador Telo Pinto (PSDB), fez levantamento de demandas do local. Entre elas, a necessidade de instalação de uma sala do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). Nesta quinta-feira (04/06), na 13ª sessão remota da Casa Legislativa, o edil apresentou pedido à Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Mediante falsas notícias em relação ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), esclareceu à população “que não há nenhuma determinação nem deliberação sobre cortes de fornecimento de água no município, tanto para zona urbana quanto rural”, em conformidade com informação da diretora interina da autarquia, Gildeth Prado.

À vereadora Nêga Alencar (PSC), Telo sugeriu reflexão quanto seus posicionamentos. “O Tribunal de Contas está pedindo, simplesmente, a locação de recursos que foram inclusive votados na Casa Legislativa para recebimento dos orçamentos de emendas do governo federal quanto estadual e também as contrapartidas do município. É isso que o Tribunal quer: essa informação. Não tem malversação de dinheiro público”, elucidou.

Relacionado as invasões que existem no município de Parintins, levantou discussão sobre ação do poder público para melhorias, visto que as ruas estão quase intransitáveis. “Precisamos estudar uma forma de ajudar essas pessoas que estão lá. Eu sei que o município não pode agir de forma efetiva por ser uma invasão. Tem toda uma prerrogativa legal, mas, precisamos avaliar até que ponto nós não podemos intervir e pedir que o Executivo faça um trabalho nem que seja para melhorar o acesso a essas invasões”, propôs.

CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS

13ª Sessão Remota – Quinta-Feira (04 de Junho)

A vereadora Vanessa Gonçalves (PP) requereu a aquisição de uma ambulancha para Comunidade São João do Jacu. Com Indicação ao Executivo Municipal, defendeu saúde de qualidade ao povo do interior e celeridade no tratamento das pessoas. Também apresentou Moção de Aplausos e Parabenizações à Primeira Igreja Batista de Parintins e Missão Batista Pastor Lessa pelas ações no Baixo Amazonas com foco no enfrentamento à pandemia do coronavírus. Ao Instituto Federal do Amazonas (IFAM) pediu informações sobre a destinação da merenda escolar da instituição.

O vereador Gelson Moraes (Republicanos) apresentou indicação à Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), para recuperação das estradas do assentamento da Gleba Vila Amazônia. “Com o asfaltamento vai melhorar bastante as condições do tráfego, principalmente em tempos de chuvas”, frisou. Também informou aos sócios do Sindicato dos Pescadores que os atendimentos no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) serão retomados na segunda feira (08/06), seguindo todas as orientações devido ao Covid-19.

O vereador Bertoldo Pontes (PSL) apresentou requerimento verbal à Prefeitura Municipal de Parintins, através da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) para que seja feita a reforma do posto policial situado na Gleba Vila Amazônia. “Os moradores estão pedido que seja feita uma reforma, com urgência. A estrutura precária do local impede que o serviço policial fosse feito na sua forma correta. Com a reforma, o efetivo policial terá melhores condições de trabalho para a proteção dos comunitários que lá moram”, justificou.

A vereadora Nêga Alencar (PSC) destacou o apoio do Governo do Estado do Amazonas em combate aos efeitos do novo coronavirus e na economia e na saúde pública do município de Parintins. De acordo com Nêga, quando esteve em Manaus reuniu por várias vezes com o staff do Governo do Estado para apresentar as demandas da comunidade parintinense nesse momento de pandemia da covid-19. A vereadora Nêga cobrou do prefeito Bi Garcia total transparência a respeito da aplicação dos recursos financeiros para o combate à covid-19 no município.

O vereador Cabo Linhares (PSL) solicitou em Requerimento que a Prefeitura Municipal de Parintins faça expansão do projeto “Água no Jirau” na comunidade São Tomé do Mocambo. O militar apresentou Indicação ao Prefeito de Parintins, Bi Garcia (DEM), para solicitar a compra de uma ambulancha para a comunidade da Valéria. Segundo Linhares, a comunidade precisa com urgência desse transporte para servir aos moradores que precisarem se deslocar até cidade, quando houver caso de emergência.

O presidente da Câmara, vereador Telo Pinto (PSDB), solicitou da Secretaria Municipal de Educação (Semed) instalação uma sala de EJA (Educação de Jovens e Adultos) na comunidade Palhal, no Distrito do Caburi. Mediante falsas notícias, o edil esclareceu “que não há nenhuma determinação nem deliberação sobre cortes de fornecimento de água no município, tanto para zona urbana quanto rural”, de acordo com informação da diretora interina do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Gildeth Prado.

O vereador Mateus Assayag (PL) apresentou quatro Requerimentos. Em primeiro documento solicita da Prefeitura Municipal de Parintins a disponibilização de uma Ambulancha para a comunidade São Tomé do Rio Uaicurapá. Os seguintes foram voltados a melhorias para comunidade São Pedro do Paraíso do Uaicurapá, como conserto da bomba do poço artesiano, construção do Castelo D’água e conserto do orelhão pela concessionária responsável. O parlamentar enfatizou participar de reunião do Comitê de Combate ao Coronavírus na cidade de Parintins.

O vice-presidente da Casa Legislativa, Tião Teixeira (DEM), afirmou que a Celeo Redes Brasil, construtora do Linhão de Tucuruí, apresentou carta de intenção à Prefeitura de Parintins para compra de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com laboratórios, a partir de recursos antecipados ao município por parte da empresa. Informou que a proposta começou a ser amplamente discutida pelo Comitê de Enfrentamento à Pandemia da Covid-19, com a participação de representantes de órgãos de controle como vereadores, defensores públicos e promotores de justiça, em reunião na quarta-feira (03).

 

Assessoria de Imprensa da CMP

Postado por Carlos Frazão/JI

 

você pode gostar também